Estamos porcurando a terra do nunca, e um dia iremos achar. basta acretidar e sonhar!

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

O giro

Entenda que não foi eu que...
Perceba que tudo, tudo se foi.
Entendemos que a história não deve se repetir.

Olhos que se fecham para nunca mais ver.
Nem sei quando tempo tem,
Só sei que não sei viver sem você.

Gira, gira, gira.
Nada continua, tudo se aproxima.

Gira,gira, gira,
Meu fígado, meus rins...
Minha vida.

Minha loucura.
Loucura pura, crua, sua,
Minha loucura.

5 comentários:

Espaçoso disse...

muito boa poesia e este filme sociedade dos poetas mortos também é um dos melhores filmes que assisti se puder dê uma passada no meu http://www.espacoso.blogspot.com/ se gostar poderiamos pensar em algum tipo de parceria.

LADY DARK ANGEL disse...

ADOREI UM FIM COM UMA DOSE D LOUCURA

B. Ribeiro disse...

Muito bom, meio emo, mas razoável!

L.A.G. disse...

Bom!

Só não entendi o título!

L.A.G. disse...

Bom!

Só não entendi o título!

;